eliminar formigas

Assim como os cupins, as formigas são pragas CONTROLADAS, ou seja, é muito difícil eliminá-las por completo. Utilizamos as melhores técnicas disponíveis no momento para o seu controle. Consulte-nos.

Algumas Observações Sobre Gêneros e Espécies de formigas.

Acromyrmex

É a quenquen, não tem ferrão, confundindo-se com a saúva. É formiga cortadeira, como a saúva e alimenta-se de fungo cultivado. As espécies de hábitos urbanos(várias) alimentam-se direto na substância. Tem 4 espinhos no mesossoma,1° segmento do gáster tuberculado.

Atta

É a saúva. É uma praga rural, que pode proliferar em área (urbana em jardins, parques, quintais). Não tem glândula de veneno,  mas pode cortar um dedo, ou seja morde. Não tem ferrão. Nas áreas urbana é comum as Atta sexde, que é a saúva- limão, é formiga cortadeira. Tem três pares de espinhos no mesossoma e 1° segmento do gáster liso.

Camponotus

Formiga carpinteira.É uma formiga grande que entra em aparelho eletrônico, em busca da estrutura, dos vãos da madeira. Pode alimentar-se do silicone. A corrente elétrica produz calor que a atrai, raspa a madeira, mas não a ingere. A espécie mais comum é a do corpo preto, pernas avermelhadas, recruta mal, faz boa trofalaxia. Tem espécies amarelas, de todos os jeitos e cores, produz àcido fórmico. Típica de problemas estruturais, rachaduras de parede, interior de computadores. Faz sempre a mesma trilha e tem hábitos noturnos. Constroe ninho em árvores, vigas de madeira, molduras, porta e no solo. Alimenta-se de doces, ovos e carnes.

Crematogaster

Formiga acrobata.Formiga de tamanho grande, que recruta pouco, mas faz bem a trofalaxia. Tem ninho no solo, e dobra o gáster em direção à cabeça para lançar veneno de alarme, quando em perigo. Seu abdômem tem a forma de coração, Pode picar. Alimenta-se de doces manteigas e carnes.

Linepithema

Formigas argentina, rara. Faz ninho perto de fontes de alimento e aguá, como pias, vasos de plantas e canos. Alimenta-se de doces, manteiga e carnes.

Monomorium

Formiga do faraó. Em função da espécie M.pharaonis. A M. floricula é mais comum em hospitais, sendo pequena e monórfica. Tem distribuição geográfica ampla e faz ninhos em ambientes  domésticos. Em hospitais, é agente de contaminação.

Paratrechina

Formiga louca. Sua cópula ocorre na porta do formigueiro. A espécie P. longicornis é comum em hospitais e tem pernas posteriores longas, o que a faz andar de forma descoordenada. Faz ninho no solo e consome desde verduras a refrigerante, é comum em hospitais.

Pheidole

Formiga cabeçuda. Tem alta agressividade interespecífica, não permitindo nenhuma outra espécie na área por ela infestada. Tem associação com estruturas externas e o controle externo convencional é indicado. tem dois espinhos no torax, faz ninho no solo e consome sucos de frutas.